ANÚNCIOS

Descubra os segredos para sair do cheque especial

Se você faz parte de um grupo considerável que está enrolado com o cheque especial, veja o que fazer para sair de vez dessa situação.

ANÚNCIOS
cheque especial
Fonte: Google

Atualmente, o Brasil superou a incrível e espantosa marca dos mais de 63 milhões de brasileiros endividados. Sendo essas projeções dos meses de abril a junho de 2020. Além disso, o Serasa S.A. demonstra em seus dados que mais de 30% desse milhões de brasileiros endividaram-se por conta do cartão de crédito e outros 15% são por conta do cheque especial. Assim, a projeção demonstra o mal entendimento do brasileiro quanto ao uso indevido do crédito.

Afinal, o que deveria ser uma vantagem gerou um empecilho para o prosperar do consumidor brasileiro. Dessa forma, esta modalidade tem representado um grande risco para esse consumidor irresponsável e sem qualquer educação financeira. Por isso, nosso blog dedicou-se a desvendar os principais mistérios para indicá-lo de vez por todas os caminhos para sair do cheque especial. Vamos juntos?

ANÚNCIOS

Entenda como funciona

O cheque especial nada mais é que uma modalidade de crédito pré-aprovada. Fica disponível na conta corrente dos clientes, sem aviso ou prévio autorização. Em determinada instituição bancária esse benefício é concedido sem qualquer restrição. Além disso, pode alcançar 10 vezes o valor do salário ou rendimentos da conta bancária.

Para acessá-lo, você não precisará de consentimento ou sequer intermédio de qualquer agente bancário. Nesse sentido, basta utilizar seu cartão de débito e movimentar o valor como se fosse seu. Por fim, para algumas instituições bancárias o limite do seu cheque especial é avaliado de acordo com sua renda mensal ou investimentos. A seguir, vamos detalhar sobre os prejuízos deste endividamento e como superá-lo.

Quais os prejuízos em usar o cheque especial?

cheque especial
Fonte: Google

Um dos pontos mais gritantes são os juros que incidem sobre o limite. Dessa maneira, a cada novo resgate do limite, você pagará juros, mais juros. Existem um momento na conta corrente que você apenas amortizará os juros e a cada novo vencimento mais juros.

Assim, embora seu cheque especial esteja disponível todo o mês em sua conta bancária, o valor disponível é um tipo de empréstimo e não saldo. Dessa forma, o banco arrecada ganhos por meio dos juros aplicados ao valor utilizado por você. Estes podem chegar até 8% a. m. mais encargos de financiamento.

Quais as atitudes para evitar o endividamento do cheque especial?

Nós optamos por listar as principais atitudes para sair do cheque especial, veja a seguir:

Observe o limite do seu cheque especial – reduza-o

Se você não é daqueles com uma boa educação financeira, o melhor é atentar ao limite do seu cheque especial, isso significa dizer que, observe constantemente o saldo da conta por meio do extrato bancário.

Se o limite for superior a 20% do seu saldo bancário reduza-o, não adianta ter um cheque especial maior que o saldo da conta corrente, afinal, quando sutilizá-lo você não vai conseguir pagá-lo.

Saiba o que é saldo e o que não é

O seu limite do cheque especial não é saldo bancário, isso mesmo, é um limite de crédito para aquisição sobre altas taxas de juros, assim, não confunda saldo (salário, investimentos, lucros, entre outros) com o cheque especial (DÍVIDA ALTÍSSIMA). Atento ao saldo, não vá cair nessa de disponibilidade para saques ou limite TOTAL, esse limite é constituído por saldo mais cheque especial.

Comande sua vida financeira – educação financeira é tudo

Quando ganhamos uma consciência de quanto ganhamos e o quanto podemos gastar, é ótimo, assim, tenha em suas mãos o controle da vida e de suas finanças. Criando esse hábito de colocar tudo na ponta do lápis; seus gastos exagerados e desnecessários efetuados durante o mês, com certeza, vai passar a entender o quanto desperdiça dinheiro. Dessa forma, torna-se realista, fazendo sempre uma comparação entre suas receitas e gastos, passará a observar se tem vivido dentro da realidade financeira.

ANÚNCIOS

Se tiver utilizado o cheque especial fale com seu gerente

Renegocie sua dívida com o seu Banco, as instituições querem receber o dinheiro, por isso, você poderá adquirir vantagens ao falar com seu gerente para renegociar sua dívida. Ao renegociar sua dívida junto ao gerente de sua agência para saldar a dívida você poderá conquistar descontos pela antecipação da liquidação da divida.

A melhor opção de pagamento é o parcelamento

Parcelar a dívida é melhor forma, por isso, solicite ao gerente que encerre o limite do cheque especial e efetue o parcelamento dela, isso vai te ajudar a diluir os gastos mensais sem comprometer a sua renda familiar. Por fim, se a dívida couber dentro do valor de seu 13º salário ou mesmo seu saldo de férias, efetue o pagamento imediatamente sem qualquer parcelamento, contudo, exige o abatimento dos juros, sem qualquer tarifa ou encargos bancários.

Gostou dessa matéria?

Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Por fim, corre lá reveja seu limite do cheque especial e se existir dívidas busque pagá-las.

Dicas
Unop
Já conhece essa plataforma digital repleta de benefícios? Aprenda a fazer renda extra e ganhar mais dinheiro com o Méliuz. Confira!
Conheça o Méliuz e faça renda extra sem sair de casa
Saiba mais Você permanecerá no site atual

Atualizado em

0

Aguarde…